Tagmãe de dois

Mãe de dois
Maternidade

Ser mãe de dois!!!!!

Olá!

Hoje resolvi parar tudo para escrever, desabafar e compartilhar minha experiência como mãe de dois…

Antes de começar, quero deixar registrado aqui o amor imenso que sinto pelo meus meninos! Ser mãe é um presente de Deus, mas também uma enorme responsabilidade… e que responsabilidade!

Ser mãe de um já tinha me mudado, transformado e moldado… ser mãe de dois então… mais ainda!

Antes de ter o segundo filho, pensava que iria ser fácil, afinal de contas, já estava “experiente”, não seria mais novidade para mim e tudo iria acontecer conforme o planejado. Sabe o que aconteceu? Quebrei a cara!

Meus filhos são diferentes (ah, isso eu já sabia, ninguém é igual a ninguém)! Mas eles são MUITO diferentes! Um é calmo, outro agitado, um falante, outro calado, um é organizado, o outro nem tanto, um dorme cedo, o outro dorme tarde, um é chorão, o outro mais durão… e por aí vai… Saber lidar com as diferenças é um enorme desafio.

Outro desafio para mim é me dividir em duas (ou mais) para suprir as necessidades individuais deles. Cada um tem uma personalidade e uma idade diferente (7 anos e 3 anos), o que resulta na maioria das vezes em gostos, interesses e vontades opostas! Não posso esperar que o mais velho goste de Peppa e o mais novo goste de Esquadrão Bizarro, e que o mais velho brinque com Blocos de Montar e o mais novo brinque de Xadrez.

Muitas vezes eles brincam e ficam juntos nas mesmas coisas, e quando isso acontece, é um sossego por aqui. Mas tem hora que fico “doida” quando isso não sai tão bonitinho e perfeito como nos contos de fadas.

Sem contar os horários… cada um tem o seu! E não venha me dizer que é porque não coloco moral e  falta disciplina para eles, quem me conhece de perto sabe o quanto zelo por organização. Eu já falei que eles são diferentes né? Então, cada um é cada um e cada dia é um dia (falo isso para mim sempre)! Tem dias que são calmos e maravilhosos, outros são agitados e tumultuados…

E quando brigam? E quando querem chamar minha atenção em busca de amor e carinho exclusivos? E quando não querem esperar que eu atenda um de cada vez? E quando saímos de casa (shopping, praia, etc) e cada um vai numa direção? E quando querem entrar no mesmo carrinho no supermercado? Nessas situações começa o… tá na hora de respirar e pensar no que fazer em… 1, 2, 3… :)

A maternidade já é difícil e exige muito da pessoa com um filho, imagina quando são dois ou mais filhos? Tem dias que choro de exaustão e cansaço, mas peço a Deus  forças todos os dias para ser uma mãe sábia e justa. Vou errar? Sim. Não sou perfeita, mas uma coisa afirmo, farei o melhor que puder por eles e para eles.

Por não trabalhar fora (foi uma decisão difícil, pensada e analisada) e meu marido ser o único provedor, não tenho babá, diarista, lavadeira, cozinheira… então, além do cansaço de ser mãe em tempo integral de dois e de todas as exigências que esse “trabalho” pede, ainda tenho muitas atividades como dona de casa. É uma luta tentar dar conta de tudo, o que acaba me deixando com pouquíssimo tempo para descansar e tempo livre… e ainda por cima, ter que lidar com a frustração de não conseguir ser a mulher/mãe maravilha. Por mais que eu faça e corra para lá e para cá, os dias são ainda mais curtos quando temos mais de um filho.

Enfim… uma coisa não mudou quando me tornei mãe de dois… o amor! Eu tinha medo de não amar tanto o segundo como eu amava o primeiro, mas descobri que tenho muito amor e que ele não se dividiu, se multiplicou! E se você me perguntar se eu queria outra vida e faria diferente, eu diria NÃO.

AMO ser mãe de dois (apesar do cansaço, exaustão, frustração e exigência que a maternidade traz) e não vejo minha vida sem a alegria, a cor e o amor que recebo dos meus dois meninos todos os dias!

E você, é mãe de um? De dois? De mais? Como tem sido seus dias? Como tem se sentido? Qual seu maior desafio na maternidade?

Que Deus nos ajude e nos oriente a cada dia e nos faça a melhor mãe que podemos ser, independente de quantos filhos temos.

Um abraço de uma mãe de dois feliz,

Isleide Braga

PS: Parei tudo (os afazeres domésticos e os cuidados com os meninos) para escrever esse texto… mas parei muito mais para atendê-los, e depois de usar o tempo mais que o esperado para terminar, consegui escrever esse texto e postar! Ufa!!!

SIGA-ME @ INSTAGRAM